COMO FUNCIONA O SEGURO VIAGEM!

Translate

quarta-feira, 10 de abril de 2013

A arte da gorjeta em viagens de turismo

Reprodução/Internet
por Andrés Bruzzone Comunicação

A gorjeta é um assunto delicado e que varia de país para país. Garçons, carregadores de bagagens, serviço de limpeza, cada função exige um comportamento diferente. Confira algumas dicas, selecionadas pelo site Budget Travel, para não cometer erros e acabar dando gorjetas a mais ou a menos.

Staff de cruzeiro - Antigamente, linhas de cruzeiros forneciam um envelope com sugestões sobre quanto dar de gorjeta para os membros do staff durante a viagem. Hoje, a norma nas principais empresas é de adicionar automaticamente à conta, especialmente nos Estados Unidos e no Caribe. Portanto, verifique antes de embarcar, para não se surpreender na hora da conta, e não acabar dando gorjeta em dobro.

Garçons - No Brasil, o serviço de 10% vem incluído na conta, mas fica à discrição do cliente. Ao redor do mundo, o critério varia: nos Estados Unidos, é costume deixar de 15 a 20%, e a gorjeta é muito importante, pois dela depende a maior parte do salário dos garçons. Na Europa, é habitual deixar alguns euros extras, por exemplo, arredondando uma conta de 42 euros e deixando o resto como gorjeta se o serviço agradar. Em países como a Dinamarca e a Nova Zelândia, os garçons não esperam nenhum tipo de gorjeta.

Carregador de malas do hotel - Em hotéis nos quais diferentes funcionários ajudam na sua chegada, abrindo portas e carregando malas, a decisão de dar  gorjeta pode ser complicada. O melhor a se fazer é esperar até a chegada ao quarto e, lá, dependendo de sua vontade, dar (ou não) uma gorjeta ao carregador.

China e Japão - Na China e no Japão, dar gorjeta não só não é um hábito, mas é também considerado como uma ofensa. Evite passar por uma saia-justa e não dê gorjetas em restaurantes ou hotéis. Uma exceção pode ser feita no caso de guias turísticos, se houver muita afinidade. Se fizer questão entregue o dinheiro num envelope ao retorno ao hotel após um tour.

Motoristas de vans - Em transportes de cortesia, que levam os clientes do aeroporto até o estacionamento de uma locadora de carros ou similares, dar uma gorjeta ao motorista é uma boa opção, principalmente quando este ajuda a carregar e descarregar suas malas.

Serviço de limpeza de hotéis - É raro que alguém pense em deixar gorjeta para o serviço de limpeza do hotel. Mas este serviço é um dos que mais merece esse dinheiro extra, portanto, deixar alguns reais diariamente é um gesto bacana e pode garantir um cuidado ainda melhor na hora de deixar seu quarto arrumado. Para evitar mal-entendidos, deixe sobre o travesseiro um envelope com o dinheiro, indicando claramente seu destino.

Concierge - Não é necessário dar gorjeta ao concierge do hotel apenas por uma recomendação de restaurante ou um mapa da cidade. Mas se um verdadeiro esforço tiver sido feito, seja para arranjar um lugar de última hora num restaurante badalado ou conseguir ingressos disputados para um espetáculo, vale a pena deslizar um envelope de agradecimento com uma gorjeta.

Guias Turísticos - Gorjetas para os guias são raramente incluídas nos preços de tours e passeios turísticos, e são sempre bem-vindas, pouco importa o lugar do mundo. O valor fica a critério dos turistas, dependendo da duração do tour, do esforço do guia e da qualidade das informações.

-->
APROVEITE AS OFERTAS DE CRUZEIROS EM ATÉ 10X SEM JUROS

ANUNCIE NO BAGAGEM PRONTA - MÍDIA KIT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar o Bagagem Pronta.

LEIA TAMBÉM...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...