COMO FUNCIONA O SEGURO VIAGEM!

Translate

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Confira dicas para cada tipo de visto americano


Imagem: Reprodução/Divulgação

por informações Diário do Turismo (Edição do DT com agências)

#BAGAGEMPRONTA | 4 ANOS ONLINE - Os vistos americanos oferecem possibilidades para brasileiros que pretendem se mudar para os Estados Unidos pelos mais variados motivos: propostas de trabalho, casamento com estrangeiros, vontade de iniciar uma nova vida sem emprego garantido, morar na casa de parentes, estudar fora, pelo tão sonhado Greencard, viajar com família e amigos, por acreditarem que podem conseguir oportunidades melhores em todos os sentidos.

Nem tão simples é organizar a papelada e toda a documentação para o tão sonhado “passaporte” de tantas aventuras e descobertas. A Elite International Realty, especialista em ser anfitriã de brasileiros nos Estados Unidos, dá dicas para quem está programando qualquer uma das opções. A consultoria imobiliária tem sede em Miami e é comandada por dois brasileiros.

O investidor que fizer aporte financeiro de US$ 500 mil a US$ 1 milhão em projetos pré-aprovados pelo governo Americano, ou para o desenvolvimento da própria empresa nos Estados Unidos, com demonstração da origem lícita dos fundos, recebe autorização de residência para ele mesmo, cônjuge e os filhos solteiros menores de 21 anos e, em cerca de 18 meses, pode obter o Greencard provisório para todos. Depois de dois anos com este documento inicial, pode pedir o definitivo, que leva em média um ano para ser aprovado, após análise de viabilidade do empreendimento, de que realmente está saindo do papel.

Para solicitar visto de turista, basta seguir este passo-a-passo deste link.

“O turista pode ficar nos EUA até seis meses sem trabalhar, apenas com visto de turista, mostrando comprovantes financeiros de como irá se sustentar”, afirma Daniel Ickowicz, diretor de vendas da Elite.

Os estudantes que irão estudar em tempo integral nos Estados Unidos precisam solicitar o visto F-1 ou o M-1. Caso tenham cônjuges e filhos, estes, respectivamente, receberão um visto F-2 ou M-2. Como intercambista, “Exchange Visitor”, o estudante receberá o visto J-1.

“O visto de turista não permite trabalhar aqui e, para conseguir visto de estudante, existe uma carga horária mínima a cumprir [normalmente para cursos de graduação ou pós, ou alguns poucos cursos de inglês que têm uma carga horária e duração muito grande]. O visto de estudante permite apenas um máximo de 20 horas de trabalho semanais [no primeiro ano de estudo, somente dentro da universidade, e a partir do segundo ano, pode-se pedir autorização para trabalhar as 20 horas fora do campus]”, orienta Ickowicz.
Hospede-se em um dos hotéis do Hilton Hotels & Resorts e se apaixone!

COTE AGORA SEU SEGURO VIAGEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar o Bagagem Pronta.

LEIA TAMBÉM...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...